lou-curar-te

parei o olhar do nada porque percebi na minha mente o pensamento de que não sei o que fazer de mim.

 

tem dia que a gente tem que saber dar um tempo pra tempestade interna conseguir chover,

 

sem arte

a gente se desfarte

no meio da loucura

de toda uma multidão de normalidade,

 

de formigas que se esbarram sem se ver escondendo no peito-que-não-existe toda a sinceridade por onde a mente passeia.

 

qual o problema tão grande assim da sinceridade?

 

eu quero dizer aos quatro ventos grandes insights tão aleatórios quanto a própria existência, coisas tipo amor é movimento e mais que fluido o sentimento é algo que se incorpora e se é e as memórias são lugares pronde a alma já foi mas que o corpo não sabe direito e as pessoas por quem nos apaixonamos vêm e bagunçam dentro de nós e saem andando por aí como se nada tivesse acontecido deixando uma crença no peito que dói mas é bom e sexo é o cúmulo do estar aqui-agora,

 

e já sem ar digo ainda mais: reparou que vivemos numa sociedade de racionamento de sorrisos, cê já reparou?

 

andamos na rua e as caras são tão fechadas quanto os corpos,

 

herméticos,

 

e deve ser por isso que chamamos o (con)junto de gentes de ”nós” –

 

quando o outro vem e bagunça os emaranhados dentro da carne do tórax se forma algum tipo de amarre de leve,

 

nós,

 

que me tiram o sono e me fazem lembrar que eu

 

pertenço a instantes

e não pessoas

 

e que se a arte da sinceridade é loucura

eu prefiro é continuar insana mesmo.

Anúncios

2 comentários

  1. Cris · abril 8

    muito incrível

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s